domingo, 25 de dezembro de 2011

O QUE PENSO SOBRE O NATAL?



Oi, pessoal... Vocês devem estar perguntando o que eu quis dizer sobre o que penso sobre o Natal... eu respondo. Para mim significa muito e por isso posso dizer que não é exatamente a chegada do Papai Noel como vemos nas televisoes e radios , ou livros....
Eu tive um ano muito bom... e querem saber o que eu ganhei neste Natal depois de ter um ano muito bom em relação as minhas grandes conquistas? Foi a paz entre minha família e o orgulho de conquistar meus objetivos com muita garra (e este blog foi um deles)...
Vejam: vocês acham que presentes são apenas objetos que todos nossos entes queridos nos dão? Estão enganados! Na maioria das vezes, uma atitude digna e uma acontecimento casual tambem pode ser o maior presente que podemos ter em nossa vida... Eu tenho um presente que busco pra mim, e este com certeza eu acredito que vou conseguir... uma namorada em especial... nem preciso dizer o nome dela, mas se um dia ela ler este texto, terá todos os motivos do mundo para ser feliz... pois o amor dela é o único presente que me tornará satisfeito... Mas é claro que isso não vai depender só de mim...
Veja, pessoal.. quem odeia o Natal está sendo estúpido consigo mesmo e com seus entes queridos... pois não se trata de Papai noel ,renas, boneco de neve, fada madrinha e tals... Se trata de comemorar o aniversário de nosso mestre!! Isso mesmo!! O Mestre Jesus!!! Ele nasceu nesta data para passar o maior e mais importante presente de nossa vida... O AMOR... Então se voces odeiam o Natal, Vocês não gostam do amor, e se vocês odeiam o amor, então voces não tem coração... e Sem coração, voces morrem por dentro... de solidão!
Não lembrem do Natal como época do Papai Noel, isso é coisa pros nossos filhos e netos imaginarem... Lembrem do Natal como o renascimento do amor fraternal...
As imagens acima eu coloquei me baseando nas pessoas que odeiam o Natal, pensem na expressao de seus rostos e respondam se voces todos odeiam o Natal....
Para todos eu deixo um grande abraço....

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

CONTO: O herói da morte

    Tudo começa quando Vicente embarca num ônibus na cidade de S. Leopoldo...
    Na verdade ele estava saindo de Esteio e o veículo seguiu o seu destino....
    Estavam 6 pessoas dentro do ônibus tirando ele da contagem, e entre os outros está a Emília ,uma moça de quem Vicente tinha gostado mas sem nenhum sucesso... Para ele era como um destino...
    Porém Vicente não teve coragem de ir falar com Emília porque ambos tinham brigado muito na internet por causa de descaso romantico e desentendimento sem sentido...
    Vicente podia ainda admirar aquele lindo rosto de sua mulher predileta sempre sereno e encantador... e lembrava de como essa beleza o inspirou a parar de beber álcool, de estudar pro seu futuro, de fazer novos amigos, e até jogar seu futebolzinho de brincadeira...
    Desde a última vez que tivera contato com Emília, Vicente tinha mudado muito mesmo, mas ela também mudou... quando foi vista pela primeira vez, ela pesava 190 kg... hoje ela pesa 52kg... e possui o corpo de uma diva....
   O passeio toma um rumo tranquilo ...mas um sujeito de camisa branca e calça jeans desbotada saca uma pistola e anuncia o assalto... todos ficam abaixados... e o assaltante aproveita o embalo pra escolher um refém... e justamente quem foi escolhida foi a Emília, a mulher favorita de Vicente...
   O assaltante dá uma gravata nela e aponta a pistola na cabeça dela, deixando Vicente em estado de choque...apavorado com a decisão que teria que tomar para evitar uma tragédia pior pro seu coração...
   De repente, Vicente toma coragem e desafia o assaltante pra trocar de refém...e este só ri da sua cara...
  Vicente diz : To falando sério, cara.. use- me como refém, esta mulher já suportou muito sofrimento a vida toda... ela nem merece o que voce pretende fazer....
   Assaltante diz: Volte pro seu lugar!!! eu é que estou mandando agora!!!
   Vicente diz: Está vendo? voce não é homem o bastante pra enfrentar as coisas dificeis da vida, só se esconde atras de pistola, se encolhe com o poder das outras pessoas e nao tem nem coragem de trabalhar honestamente, nem é forte o bastante pra amar como eu amo esta moça... faça o favor pra ela.. já que ela me odeia!! Atire em mim!!!
   Assaltante diz: Cala a boca!! voce não sabe do que está falando!!!
    Vicente diz: Atire em mim, seu covarde!! medroso!!! Fraco!!! Minúsculo!!!insano!! doente!!! fracassado!!! provalescido!!
    Então o assaltante solta a Emília e dá 4 tiros em Vicente em forma de uma cruz.. e em seguida se mata com um tiro por baixo do queixo....caindo morto em cima do motor do ônibus...
   Emília chora desvairadamente e se ajoelha sobre o corpo de Vicente que ainda se encontra vivo e ainda sorrindo amargamente pela dor dos ferimentos...
   Emília diz: Vicente!!! Por favor não morra!! Fique comigo!!!! Me perdoa por eu ter sido estúpida com voce!!
   Vicente diz: Me leve até a igreja ,por favor!!! Eu quero ir lá com voce, querida!!!!
   Ambos andam quase 2 km e a Emília segue com Vicente apoiado em seus ombros, e chorando muito ainda com aquela sensação de remorso...
   Ao chegarem na Igreja Católica de Santa Fé, Vicente se vira de frente para Emília, e ambos se beijam nos lábios demoradamente...
   Logo Vicente vê  imagem de Maria de braços abertos no altar e diz para Emília que sua mãe o espera...
    Emília Segura a mão de Vicente firme tentando impedí-lo de ir, mas a palavra dele faz ela soltar.... "EU TE AMO, EMÍLIA".... e esta chora ainda mais triste e o solta....
   Vicente caminha rastejando lentamente, sujando o solo da igreja com o sangue de suas feridas...e se ouve ao fundo uma música "nossa senhora.... me dê a mão" em voz de coral... Vicente chega ao altar e já enxerga a Santa Maria se movendo e estendendo lhe a mão...Então Vicente a segura firme sem soltá-la... A áura da Santa clareia tão forte que Vicente já sente sua alma deixando o corpo... Então o corpo Vicente cai debruçado no altar e já sem vida...
    Emília chora desesperada com o coração partido olhando para o rosto de seu amado que de inimigo virtual de internet virou seu herói e seu amante martirizado...
    No dia seguinte no Cemitério de Sapucaia do Sul onde Vicente foi enterrado, Emília acendeu uma vela branca no túmulo de Vicente...e falou ainda pra si mesma "eu te odiei demais... mas não foi por estar furiosa a toa... mas foi porque eu sempre te amei desde o início e nunca levei isso a sério.. hoje tive que ver voce morrer para perceber o quanto era forte o amor que sentimos um pelo outro... e mais do que nunca... estou grata por ter salvo a minha vida, mas estou triste porque eu te perdi por isso... eu ainda te amo"...


FIM    Texto de VINY DARK e DIEGO MARTINS   

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Poema: Marchando em nome da arte....

    O sol nasce no horizonte dourado... e eu sigo sonhando acordado...
Lápis, prancheta, folha, borracha, foto, e minha criatividade se concentram para o inicio...
De uma atitude que contorna o meu vicio...
Ponto de partida...calçada aquecida...e areia maciça...
Eu e meus materiais contemplamos esta bela manhã inspiradora...
Com um objetivo em comum...
Seguimos os passos ao horizonte dourado com a criatividade esplendora sem medo algum...
Em nome dos heróis dos traços firmes que formam a beleza de uma imaginação viva...
Na visão de muitas pessoas que já se encontravam cativas...
Em seus cotidianos que  formavam cinzas dentro do sorriso estampado nas suas faces...
A cada mudança de percurso de minha marcha, eu retorço meu lápis...
Meu olhar se fixa na prancheta, mas minha mente fixa ao mundo que estou criando...
Vejo pessoas boas com profunda tristeza sonhando...
Com um dia de sol como hoje em que se encontrariam felizes...
Enquanto todos os outros criam maldade em suas raízes...
Nessa hora eu desenho meus heróis, com profunda iniciativa...
De derramar sangue em troca de um sorriso inocente de volta a vida...
Levanto a cabeça, vejo escultura do rosto de uma linda mulher jovial
Com uma espontânea beleza sem igual...
Mas seguimos marchando
Vencendo a fome ,o calor ,e a sede sempre aguentando.. 
Enquanto o tempo vai passando...
E meu lápis vai gastando...
Hora de apontar...
Para renovar...
A iniciativa de continuar...
Até minha imaginação se materializar...
Numa folha de papel...retirando o véu...
Sob o azul de céu...
Homens e mulheres jogam futebol...num fervoroso sol...
E meu lápis contorna um sombramento, marcando um gol de placa...
Com a imagem no papel cada vez mais iluminada...
Meus pés criam calos, e estou longe de casa...
Mas não paro, pois o amor pela arte é uma eficácia...
Não importa onde estou indo, o importante é marchar....
E fazer minha bela obra de arte falar...
Em nome dos meus personagens, eu produzo esta imagem...
Um vencedor que segue sua viagem...
E ela nunca vai acabar, mesmo quando a noite chegar...
                                                          Retrato da Bruna Nunes



Em nome da arte, continuo a marchar...

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Conto: Heróis de areia

    Num  belo domingo a tarde na Praia de Mariluz, um garoto chamado Pirulito estava sozinho tomando banho de mar...e ao sair pra descansar, teve uma ideia sensacional: fazer esculturas de areia... e já juntou um pedaço de taquara para fazer sua tarefa....
    Pirulito era fã dos quadrinhos do Viny ,inclusive gostava de todos os personagens que o desenhista criava... e até sentiu falta das novas aventuras dos seus  heróis favoritos... Então ele fez escultura da Planta Trovejante e do Wester Lutador... afinal Pirulito adorava pessoas com olhares orientais...
   Ambas esculturas saíram perfeitas, tanto que Pirulito conversou com as esculturas, o porém é que o garoto tem 13 anos e as pessoas começaram a zombar dele, que até saiu chorando de perto de suas obras e falou a parte " a ignorância é tão grande que as pessoas não entendem nossa necessidade de ser feliz e de amar a arte."
   Pirulito foi caminhando ao longo da praia e as moças olhavam para ele com horror, tratando o coitado como se fosse uma porcaria qualquer, então o garoto pensou para si "se os personagens do Viny criassem vida própria, eu teria 2 melhores companhias para passar o dia"...
   Uma meia hora depois, um motorista de uma BMW foi fazer cavalinho de pau na areia e perdeu a direção... o veículo estava para atingir Pirulito, que fechou bem os olhos....logo, Wester e Planta Trovejante criam vida própria e conseguem conter o veículo apenas usando a força física de frente ao capô da BMW....
   Pirulito não acreditou no que viu... quando percebeu que eles saíram de dentro de suas esculturas... até se beliscou para ver se havia sonhado ... por sorte Wester o falou que tudo era real como uma pedra na areia...
bom, o que uma pedra tem haver com a areia?... Planta respondeu que a areia representa o chão onde pisamos e a pedra representa a matéria que pode ser tocada...
   A felicidade dominical de Pirulito parece até mais brilhante, pois não precisava mais tentar arrumar novos amigos, pois o fato de ser diferente o coloca em novas situações...e cada vez melhores....
   Logo, surge uma ambulância correndo em alta velocidade na direção de Pirulito e os heróis, então a Planta trovejante manda o garoto e Wester se abaixarem...logo a nossa heroína lança uma descarga elétrica e levanta uma explosão de areia que cai sobre o veículo e os três escapam pelos combros de areia...
   Pirulito então pergunta aos 2 heróis porque aquela ambulância estava voando pra cima deles... mas ambos não respondem, apenas pedem calma ao garoto...
    Porém nada fazia sentido para Pirulito, principalmente a iniciativa de criar esculturas de areia que ganhavam vida própria no exato momento em que se encontrava em perigo... falando nisso, um rapaz de 20 anos fortão como o Rambo foi encarar o Pirulito, insinuando que ele tinha mexido com a namorada do cujo....mas Wester interveio e deu um soco devastador que afundou a cabeça do fortão para dentro...e a garota tentou lutar com a Planta Trovejante que por sua vez matou a rapariga com a descarga elétrica explodindo sua cabeça...
    Logo, os três fugiram correndo pela avenida passando por cima de carros...até que estava chegando várias viaturas da polícia e Pirulito foi entrar num edifício que estava com a porta principal aberta...nisso um porteiro tentou agredir Pirulito, mas Wester se intrometeu, ergueu o porteiro e o partiu em dois com uma joelhada, deixando Pirulito assustado...
    Pirulito ficou se imaginando "será que criei 2 assassinos para me fazer companhia?"... Tudo era um mar de perguntas sem respostas... até se passava pela cabeça "ritual de bruxos pesado por acidente"... bom, poderia ser isso mas se funcionasse algo que Pirulito faria, com certeza todas as suas paixões seriam correspondidas...
    Ele abaixa a cabeça e chora com o sentimento de culpa, dizendo que ele transformou em assassinos 2 personagens que Viny criou como heróis... então Planta Trovejante abraçou o garoto e disse que não são assassinos, apenas tudo foi feito para protegê-lo e só deixariam de matar os algozes se o garoto os ordenasse..
   Pirulito logo pensou:"como vou mandar no que não é meu?"... Na verdade, os personagens foram criados com o instinto dele, por isso eles agem de acordo com o emocional...
   De repente uma mão passa por trás de Pirulito e o injeta no pescoço... e no dia seguinte ele acorda na cama de um hospital psiquiátricoe dá de cara com um noticiário na TV ... UM GAROTO DE 13 ANOS É PRESO POR ATIRAR PEDRAS EM VEÍCULOS NA PRAIA E POR DAR PAULADAS NA CABEÇA DE UM RAPAZ DE 20 ANOS, E POR ESFAQUEAR UM PORTEIRO DE EDIFÍCIO...
    Pirulito logo começa a lembrar dos heróis de areia e do seu costume de falar com sua obra... a ignorância das pessoas o tornou tão furioso que ficou cego da consciência e criou vida a sua imaginação o que causou várias mortes.....
   Mas uma coisa o deixou alegre: saiu uma história nova do Viny em suas mãos, o seu ídolo desde a infância...
    FIM
    

domingo, 23 de outubro de 2011

Conto: Confissões de um serial killer

    Olá! Meu nome é Reginaldo ! Tenho 30 anos ! Sou solteiro, mas tenho uma filha de 4 anos e ela morava comigo.... 
    Estão vendo aquele garçom do determinado restaurante? Ele trabalhava de domingo a domingo sem nenhum dia de folga!! Começava as 15:00 e largava as 23:00! Às vezes ele saía meia hora mais tarde para encontrar-se com a namorada!
    Estão vendo aquele advogado que trabalhava no prédio ao lado? Ele entrava em seu escritório às 8:00 e saía às 14:00, mas estava sempre no telefonee sempre mexendo nos papéis!! Realmente ele trabalhava muito!!Às vezes ele saía com a namorada as 23:30 para ir a um jantar dançante a 2 km daqui.
    Estão vendo aquele empacotador de supermercado que trabalha no estabelecimento na rua de trás? Ele entrava no expediente as 7:00 e saía as 17:00!! Ele era bem trabalhador e nunca faltava nem atrasava em serviço! Até em alguns dias ele tirava hora extra e saía as 23:30.. E num desses dias ele saía para encontrar -se com uma amiga na casa dela pra tirar o atraso.. e um detalhe... ele era casado!
    Está vendo aquele cabeleireiro no centro da cidade? Diferente dos outros salões, ele abria até nas segundas feiras e folgava mesmo no domingo para ver os filhos na casa da ex- esposa!! Geralmente ele abre o salão das 8:00 as 18:00! Mas um dia o salão dele estendeu até mais tarde para atender mais algumas clientes e acabou namorando uma delas.. Ambos saíram as 23:30 nesse dia!!
    Estão vendo aquele rapazinho que dirige um PEUGEOT 2008? O cara nem trabalhava.. só saía nas ruas para dar um passeio pela cidade e tocando música de DJ a todo volume tirando o sossego da vizinhança e se exibindo todo.. Um legítimo playboy!! Um dia ele inventou de fazer um passeio noturno às 23:30!! Depois disso nunca mais fora visto...
    Agora eu pergunto: sabe o que aquelas pessoas tinham em comum? ou melhor.. os homens? Todos eles, com excessão do playboy eram trabalhadores... todos eles tinham a mesma namorada... E todos eles MORRERAM às 23:35...nas minhas mãos, feridos pelo meu machado de 8 kg na cabeça..
    O motivo foi que eles namoravam minha ex-esposa Rayanne... Eu só não a matei porque eu ainda a amo e minha filha também ama ela....
    Vocês acham que eu estou preso??? Estão enganados... Estou esperando vocês neste exato momento para se encontrarem com minha ex- esposa e estou segurando meu machado de 8 kg...
    E não adianta me entregarem para a policia, pois eu queimo as provas e nunca deixo evidencias...
    Palavras de quem ja foi amado uma vez e agora está nas mãos de um instinto assassino passional...
     FIM

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

EX - ALCOÓLATRA SE REVELANDO

Estou aqui para dizer algo que talvez mexa com vc...
Há pouco tempo atrás eu estive um pouco doente tanto pelo alcool quanto pela abstinencia...
Depois que eu parei com o alcool muita gente ainda guarda aquela imagem minha que feriu os sentimentos do povo...
Quem me acompanha, sabe que eu mudei bastante...
Eu falo menos besteiras, respeito mais as mulheres, e aprendo a viver intensamente...
Estou lendo livros melhores, estudando para ser funcionario publico, e ainda tenho tempo de fazer meus melhores desenhos e projetos...
Ainda hoje eu andei sem rumo pela beira da praia e me vi completamente vazio..
Do tipo: por que estou agindo assim? Do que estou fugindo? Das minhas responsabilidades?
Foi onde um pescador bem humorado chegou em mim e me agradeceu por salvar sua vida....o problema é que ele me confundiu com o médico que operou o coração dele... e fui nomeado HERÓI sem explicação....
Mas nao estou pedindo pra ser lembrado como herói...
Só queria dizer que nao há mais com o que se preocupar com minhas atitudes...
Aquele que só fazia besteira ficou no passado... agora posso dizer apenas que sou um verdadeiro homem, aquele que não diz mais nenhuma mentira e nem vai aprontar com mais ninguem...
Mas uma coisa quero que compreendam, eu vivo a minha vida e vou curtir ela naturalmente, pois o mundo real é cruel demais para desperdiçar tempo..
Espero que não fiquem chateados ou decepcionados se eu mudar de planos...
Compreenda apenas que eu sou único e ninguem pode me substituir, por isso serei feliz da melhor forma possivel, sem intervençoes ou más impressões do passado..
Um grande abraço a todos...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

CONTO: A menina adotada...parte 2 A REVELAÇÃO

    Ao perceber que os cachorros correram desesperados para longe de Eva, Jerusalem resolveu ligar para sua família para convidá- los a vir pra sua casa. E ainda insistiu que fizessem a tal visita para apresentá-los sua filha adotiva. E finalmente aceitaram a proposta.
    Enquanto aguardava a chegada de sua família, Jerusalem ficou observando Eva andando de triciclo na subida do morro até perdê- la de vista...e isso foi aumentar sua preocupação .... fazendo com que corresse atrás da menina...
    Jerusalem tentou avistar por tudo na corrida e Eva simplesmente desapareceu ... o que não fazia sentido, pois não tinha onde e nem como ela se esconder num lugar aberto e o triciclo que andava mais devagar que uma bicicleta....
    O fato foi tão preocupante que Jerusalem voltou para casa e ligou para a Polícia e notificar o sumiço de sua filha adotiva... foi onde sua família chegou... e ele resoveu falar a sós com sua mãe a qual era a mais confiável... e explicou sua história desde o início....
    Muito tempo depois, a Polícia Militar chegou e notificaram ao Jerusalem que ele estava precisando se internar num hospital psiquiátrico... ele inconformado protestou e disse ao delegado que possuía provas... e foi pegar a carta registrada de adoção (a única prova) que recebera no dia anterior...
    O delegado olhou com calma e falou ao Jerusalem que esta carta foi escrita à mão e analisou pelas impressões digitais que ele próprio escreveu a carta que supostamente comprovaria a guarda de Eva....
    Os pais de Jerusalem assinaram uns papéis e um grupo de médicos o deteram com uma camisa de força e levaram- no para um carro blindado...."vocês não podem fazer isso comigo!! Eu não fiz nada!!!", protestou ele.
    Já na cela N° 66 ,Jerusalem repete a história toda e pergunta ao psiquiatra Jeffe por que as pessoas estavam sempre assustadas quando esteve com Eva... o médico olha nos olhos do paciente e fala tranqüilamente 'Eva nunca existiu, foi produto de sua imaginação devido ao longo período em que esteve sozinho'...
    Dr. Jeffe explica que o próprio Jerusalem tocou o piano, empurrou o triciclo vazio, empurrou o balanço vazio e falou sozinho, e ainda ele próprio chutou a bola ao gol de cima da arquibancada e acertou, comemorando com beijos na arquibancada...
   Conclusão: Jerusalem possuía esquizofremia de alto nível, ou seja, podia ver sua ilusão com tamanha nitidez que tudo lhe pareceu real...e isso o perturbou desvairadamente....
    25 dias depois, apareceu acompanhada pelo Dr Jeffe a Bruxa Juliete ( que se identificou como professora Juliete), e esta pediu ao médico que a deixasse a sós com Jerusalem...
    Por fim, ela mencionou que a Eva acabou materializada, ou seja, é uma tulpa que Jerusalem criou para andar com ele mesmo... e notificou que a tulpa matou a familia toda de Jerusalem e está prestes a matá-lo também....
    Jerusalem ficou chocado com a novidade, pois descobriu que não era o único que podia ver a menina... e Juliete fez um circulo mágico e tranportou Jerusalem para sua casa...chegando lá, ambos avistaram a casa toda revirada com os moveis atirados ao chão e o piano destruído...tudo isso não fazia sentido...
    Logo Jerusalem olhou para janela e na mesma árvore estava Eva andando de balanço , só que em vez do rosto lindo e encantador, avistou um olhar maligno e extremamente furioso contra ele..."hora de você morrer" ela falou...Jerusalem fechou a janela imediatamente, e quando virou-se, deu de cara com Eva que lançou o maléfico olhar brilhando forte...
    A casa de Jerusalem pegou fogo e Juliete ajudou- o a fugir e fez um ritual para fazer desaparecer a tulpa... só que esta foi mais rápida e incendiou a bruxa usando o poder da mente...
    Então Eva invadiu o corpo de Jerusalem eo fez se banhar de querosene e colocar fogo em si mesmo, mas esse resistiu e conseguiu expulsar a menina com a força do pensamento, usando a mesma tecnica para salvar Juliete...
    Já salva, ela consegue um frasco e ambos conseguem prender Eva no frasco de argila indiana...
    Logo em seguida, Juliete banha o frasco com água benta e coloca a mão na testa de Jerusalem para apagar Eva de sua memória, cujo trabalho terminou com sucesso, ele não se lembrava mais de Eva...
    Depois de todo o exorcismo finalizado, Jerusalem olha para Juliete que estava com o vestido rasgado pela queimadura ,mas com o roto e o corpo apenas suado sem queimaduras...
    Jerusalem toma a bruxa Juliete nos braços e a beija nos lábios...
    Ele apenas disse:" apesar de passar por todo o transtorno, a melhor coisa que podia acontecer foi eu ter te conhecido".... E Juliete retribui com um beijo doce.....
    Mas a história não acaba....Jerusalem acorda numa cama de hospício e olha em volta... ainda estava no hospital psiquiátrico e foi apenas um sonho...
    Arrasado... Jerusalem anda pelo patio durante o periodo de ar livre e pula a cerca elétrica a prova de fuga... Jerusalem morre eletricutado pela cerca, sobrando -lhe apenas ossos carbonizados...
    Dr Jeffe observa o corpo e  meneia negativamente a cabeça "de todos os pacientes, esse foi o pior caso de esquizofremia que enfrentei nos meus 12 anos de profissão"
    FIM

domingo, 2 de outubro de 2011

CONTO: A menina adotada...

    Tudo começa em Turvo, nas proximidades dos morros, quando encontra-se em casa de madeira um solitário morador chamado Jerusalem... e este estava sob pressao da família que o incomodava dia após dia com telefonemas cobrando seu esforço nos estudos...
    Jerusalem já estava cansado de toda a pressão de sua única irmã e de seus pais, pois eles agem como se não o conhecessem direito... e deprimido ele tenta encontrar uma solução para dar um fim nesse problema que ao parecer pequeno é uma enorme dor de cabeça...
    Logo em seguida ouve-se uma batida na porta e Jerusalem foi atendê-la...e ao abrir, dá de cara com uma menina de aproximadamente 6 anos, com um vestido preto ,suspensório, cabelos pretos e um rosto angelical e sorridente, uma mini lady dark.
    Jerusalem lê a carta que afirma: "nós da instituição Carlos Chagas do Rio de Janeiro estamos entregando a guarda de Eva Nescente para o Sr. Jerusalem Machado, devido ao fato de estar em dia com as contas pagas e impostos, e com condiçoes financeiras e psicológicas excelentes para tal ato de adoção... A mãe desta menina morreu na hora do parto e o pai dela a doou para nossa instituição alegando estar deprimido, o que motivou o seu suicídio no dia seguinte... esperamos que o Sr. cuide bem desta criança, pois é o único que pode tê-la como família... ass: A Direção".
    Eva estende a mão e Jerusalem a segura carinhosamente, se encantando com tamanho carisma no comportamento desta bela menina...então ele prepara uma comida italiana para sua nova "filha"(que na verdade seria a primeira).
    Eva come a janta depois de fazer sua oração e conta ao Jerusalem que adora tocar piano..e por sorte, Jerusalem tinha um piano no porão da casa...e até o levou para a sala da casa para sua filha poder tocar e assim curtir a alegria da menina que contagiou o ambiente e fez desaparecer o stress que o incomodava...
    Podia-se ouvir músicas como LOVE ME TENDER, WUTHRING HEIGHS, THE UNFORGIVEN,THE PHANTOM OF THE OPERA, e a brasileira TUDO O QUE SE QUER, todas elas instrumental, é claro...
    No dia seguinte, Jerusalem foi levar Eva para passear, ambos foram a uma padaria e compraram uns doces para o café da manhã, a menina foi falando de coisas maravilhosas como uns ditados de auto ajuda, uma raridade para ciranças da idade de Eva...
   Logo depois, eles caminham para a praça e Eva embarca no balanço enquanto Jerusalem embala a doce menina que sorri feliz e cantando alto a música AMIGOS PARA SEMPRE ...atraindo a atenção de algumas mulheres que estavam apenas olhando as crianças sentadas nos bancos como umas preguiçosas que não querem participar da diversão, apenas fofocavam- se. O problema é que elas olhavam assustadas para Jerusalem...
   Eva também percebe a expressão das mulheres e pede para Jerusalem a levar para um festival de rock que estava rolando num sítio perto de onde estavam ambos...
    Eles então chegam ao Sítio no concerto de garagem e estão curtindo a banda Stoned Crows cantando Plushes numa tarde ensolarada mas agradável... e Eva canta acompanhando a música, montada no pescoço de Jerusalem... que por sinal já nao chama tanta atenção como na praça, mas as pessoas que estão perto se apavoram ao verem ele falar com Eva...
    No fim da tarde, Jerusalem leva a Eva para assistir a uma partida de futebol municipal do Gremio Turvense.. e quando a bola pára na arquibancada, a menina dá um chute na bola de volta ao campo e consegue acertar o gol, fazendo com que ela comemore, abrace e beija o rosto de seu pai adotivo... mas ele percebe que os torcedores ficaram assustados ao vê- lo... então ambos deixam as dependencias do Estádio...
    Jerusalem caminha com Eva e pergunta a ela por que as pessoas os vêm de maneira cabulosa... e a menina responde que as pessoas não estão acostumadas ao verem gente diferente e por isso elas tem um receio grande pelas coisas que não estão nos seus hábitos...
    Já de volta ao sítio, Eva pede para Jerusalem se ela poderia brincar com o triciclo que seu pai fez para sua diversão, e este feliz permitiu...
    Lá estava Eva pedalando perto da árvore fazendo algumas manobras e sorrindo para seu pai que por sua vez retribui o sorriso carinhoso... mas o estranho é que os cachorros choravam assustados com a presença da menina, e isso preocupou Jerusalem que foi analisando o problema que existia por trás daquela adorável menina.
   FIM DA PRIMEIRA PARTE

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Conto: O coração de uma mulher diferente CAPÍTULO FINAL


    A solução então foi correr atrás de Salvador onde quer que estivesse...então Jana foi perguntando a cada uma das pessoas do sujeito que usava uma camisa do Capitão América...foi um trabalho danado para obter resposta... sem contar que já o procurou em todas as bancas de revistas e cinemas ou até em outros eventos sociais... mas sem sucesso...
   Mas a sorte ficou a favor de Jana no dia seguinte, quando ela foi dar uma esmola pra mendiga e ela conhecia o sujeito... então essa lhe disse que o nome dele era Zé Elias e costumam apelidarem ele de Salvador.. e veio uma porção de detalhes a seu respeito , até mesmo coisas que nem Jana queria ouvir mas acabou engolindo a seco..
   Toda alegre, sabendo onde o encontrar, Jana foi ao Centro para encontrar o Salvador e lhe agradecer...e quem sabe, até o pedir em namoro...de qualquer maneira ela queria mesmo aliviar aquele sufoco passional por seu herói...
   Já dentro do escritório do INSS, estava Salvador atendendo uma fila enorme de idosos e deficientes que buscavam benefício e outros que foram pagar suas contas...e Jana estava no meio da fila aguardando sua vez para poder desabafar com o seu herói... e quando chegou sua vez, parece que uma bola de concreto esmagou seu coração...
   Salvador lhe disse simplesmente que ela está atrapalhando a fila e que não lembra de qualquer fato do gênero e que fosse melhor ela se retirar do estabelecimento , pois tinha muita gente para ser atendida...
    Jana saiu de lá com o coração ferido de decepção, o Salvador foi muito cruel com ela... simplesmente tratou-a como uma desocupadae nem ao menos deu-lhe um momento de atenção... foi tiro a queima roupa no peito...
    Enquanto isso ao passar da tarde, Salvador foi atendendo às outras pessoas com a determinação já desmpenhada de melhor maneira, mas não esqueceu o rosto lindo daquela gótica que apareceu e interrompeu seu serviço... foi quando um homem sem 2 braços apareceu ao lado da esposa e ele lhe contou que não gostou da forma como Salvador tratara a mulher que só pediu um momento de atenção...
   Salvador disse que estava apenas cumprindo as normas éticas de seu emprego... então o homem lhe disse que o mais deprimente é saber que a pessoa que gostamos nos tratasse como uma coisa sem importância e ainda comentou que prefere esperar a tarde toda para ver uma mulher ser feliz do que receber seu benefício das mãos de uma pessoa insensata que só se preocupa com sua carreira ...o que para ele seria muito mais anti- ético...
   Salvador então começou a analisar a história desde o momento da interrupção até o presente momento e foi imaginando de onde conhecia aquela mulher... quando finalmente lembrou do acidente que evitara.... foi onde abriu os olhos e sentiu o coração disparar "ENTÃO É  ELA!!! MEU DEUS!!! O QUE EU FIZ!!!!"    
    Salvador simplesmente saiu da porta do escritório e foi atrás dela.. ele lembrara que o nome dela era Jana...e perguntava para cada pessoa onde poderia encontrá-la...
    Já no dia seguinte... Salvador estava abrindo o jornal de dentro de sua casa quando leu na página policial "JOVEM DE 24 ANOS ENCONTRADA MORTA COM A CORDA NO PESCOÇO NO TOPO DE UMA IGREJA"...olhando o nome da jovem, era a JANA...e Salvador se desabou a chorar, pois havia matado a mesma moça que salvou por causa do maldito emprego que estava infiltrado...
   Abatido, Salvador pediu demissão do seu emprego e ganhou uma recisão gorda para poder viver em casa por algum tempo...logo passou a frequentar o cemitério onde Jana frequentara e inclusive, o túmulo dela estava lá com a foto recente do rosto lindo que nunca pôde beijar... e ainda com a sensação de culpa por causa de sua obsessão de seguir a ética e sua mania de ser um metido a super herói....
  Logo depois que parou de chorar... viu uma mensagem que chamou sua atenção..."SE PLANTARES UM ATO, COLHEREIS UM HÁBITO...SE PLANTARES UM HÁBITO, COLHEREIS UM CARÁTER...SE PLANTARES UM CARÁTER...COLHEREIS UM DESTINO"....
   Então Salvador decidiu toda sexta feira até com a chuva levar uma rosa vermelha ao túmulo de Jana, pois seu amor por ela ainda permanecia vivo.. e ele retomou para si mesmo... eu fui forte e superei minha dor em vida... ela se matou por que era fraca mesmo... e voltou a vestir sua camisetinha do CAPITÃO AMÉRICA...
FIM

domingo, 25 de setembro de 2011

Conto: O coração de uma mulher diferente

    Tudo começa numa esquina de um cemitério... onde um sujeito de jacketa jeans e uma camiseta do Capitão América da Marvel vai vagando num fim de tarde entre a casa do Imigrante e o Cemitério da Feitoria Nova.
    Ninguém sabe ao certo o que ele faz lá... Seu nome é Zé Elias e o apelido era Salvador... Isso porque ele tinha um costume de sempre ajudar as pessoas que sofriam todo tipo de opressão como acidentes, assaltos, mal estar, ou empurrando carro falhado, etc.. Era um abobalhado metido a herói (por isso a camisa do Capitão América).
   Salvador saiu da casa do Imigrante no exato momento em que uma moto atravessa o sinal vermelho em alta velocidade e está preste a atingir uma moça de vestido preto que saía do cemitério ....Ele não pensou 2 vezes e correu a tempo de conseguir tirar a coitada da pista e evitar um atropelamento sério... ambos caíram deitados no meio fio...e ela desmaiou em seus braços...
   Salvador chamou os bombeiros e pediu que a levassem no hospital.. dito e feito... apareceu um carro dos bombeiros depois de 1 hora e meia de demora... e levaram ela...
   Mais um dia bem sucedido" pensou Salvador... ele ficou lembrando daquele rosto lindo ,pálido e maquiado com um belo corpo revestido todo de vestido de luxo preto e botas de curtume..."era uma gótica".. ele analisou...
   Doze dias se passaram depois daquele incidente e a moça Gótica com nome de Jana tentou se lembrar de como foi parar até lá no hospital e porque tinha ficado tanto tempo desmaiada... Ela vai tocando o álbum todo do Him e analisando o acontecido... E a última coisa que ela lembra é um sujeito cabeludo com a camisa do Capitão América e uma jacketa jeans cinza tirando -a da estrada... Até que seu coração começa a disparar quando lembra de estar aos braços desse sujeito que salavara sua vida...
   Jana nunca gostou de filmes de Super heróis... mas começou a gostar do Capitão América e ela assistiu o CAPITÃO AMÉRICA O PRIMEIRO VINGADOR... Seu coração bombeou como uma adrenalina pois a estrela lembrava a camisa do sujeito... "qual era o seu nome..." ela indagou -se.... "se ele salvou minha vida, ele deve adorar mulheres góticas ou diferentes tipo especiais"...
  Acontece que Jana era uma moça muito linda e o Salvador era muito feio e até trabalhava como técnico do INSS...
  Nos dias seguintes Jana foi ao Cemitério a procura de Salvador... Só lembrava daquela imagem dele saindo pelo outro lado e a tomando nos braços... um super herói que disparou seu coração fraco e gótico... mas ela pensou..."se ele é aficionado a super heróis, não seria num cemitério que eu o encontraria"
  FIM DA PRIMEIRA PARTE

sábado, 24 de setembro de 2011

EXPLICAÇÃO SOBRE O ATRASO DE MINHAS POSTAGENS

Caros amigos:
    É com muita sinceridade e desculpa que afirmo que ultimamente não tenho postado textos novos no meu blog que acabei de inventar por iniciativa minha.
Os motivos são estes:
*Estou atualmente sem dinheiro e fui rejeitado do meu emprego por problema de saúde crítico;


*Estou enfrentando também mais uma das minhas paixões mal correspondidas novamente e ainda por uma das minhas próprias colegas de curso;
*Estou enfrentando também uma gripe grave bem na semana de eu fazer exame admissional de emprego e já sem esperança de começar a trabalhar para poder seguir minha vida e pagar meu concurso;
*O motivo principal de eu não ter criado novas postagens ou contos é justamente o tempo que estou usando para estudar paras as provas do meu concurso, pois estou tentando esquecer meu problema de saúde para poder achar uma saída.
    Já expliquei meus motivos... se alguém tiver um bom coração para me ajudar a pagar meu concurso ou arrumar um emprego para mim, ficarei grato por todos.
    Já fiz muita caridade este ano, ajudei pessoas que realmente precisaram da minha mão de anjo... e nunca cobrei nada por minhas atitudes... mas hoje estou só e FRACO... dependo de todos vocês caros amigos...
Hoje vocês são meus heróis....ME AJUDEM! POR FAVOR!!!

sábado, 10 de setembro de 2011

Conto: Da tragédia nasce uma heroína

    Tudo começa em 2004, quando um furacão atinge a região Sul do Brasil...
    Jane Crowe estava de frente parao perigo... então foi arrastada pelo vento e bateu forte com a cabeça na pedra...
    Já enterrada, Jane recebe uma segunda chance para viver.. mas ela teria que matar todos que possuíssem uma alma atroz e que nao tivessem recuperação.
    Já de volta a vida e com a maquiagem sombria no rosto, Jane Crowe vê um coroa fortão estuprando uma menina de 8 anos...
    Então Jane toma a iniciativa de pegar o ceifador e degolar o estuprador...
    A menina assustada sai correndo e chorando, pois já havia perdido a inocência e gostado do estuprador que acabou de morrer nas mãos de Jane Crowe...FIM

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Conto: Anjelika, da amizade ao destino parte final


    Ao anoitecer, Dino e Anjelika foram ao Scooby lanches para cantar no karaoke, e ambos fizeram o dueto na música AMIGOS PARA SEMPRE em italiano...e cantaram em ingles a música BLACKde PEARL JAM.
    Todos os clientes se divertiam com o dueto de vozes que pareciam uma dupla de tenor e soprano emendando falsetes bastante afinados, enlouquecendo até os heavy metalicos que eram admirados com atitudes lindas.
    Chegando na porta de casa, Anjelika deu um beijo demorado na boca de Dino eo abraçou fortemente...pois ela estava para viajar com os pais na serra gaúcha...e a coitada teve maus pressentimentos.
    Dino não lhe deu ouvidos.. apenas a beijou e disse que nunca vai deixar de amar Anjelika aconteça o que acontecer, e ela simplesmente olhou para Dino com muitas lágrimas no rosto...E disse a ele por último...EU TE AMO.
    Dino foi passar uma semana sozinho, pois nunca mais tinha visto Anjelika...nem mesmo na escola.
    Para ele foi muito estranho...então foi atrás de amigos e parentes dela para investigar a situação...e para sua trágica surpresa, apareceu um jornal do DIÁRIO GAÚCHO notificando um acidente de carro na subida da serra que resultou em 3 mortos...estavam os nomes do casal e da carona chamada ANJELIKA...a foto dela foi o suficiente para o ânimo e a angústia de Dino sair do controle... não se conteve ao chorar...
    Daquele dia por diante o mundo de Dino se tornou uma nevasca de tristeza e inconsolação... ele passou a ser violento...começou a beber cachaça e quebrar garrafas em vitrines de lojas...desenhava coisas satânicas nas paredes de igrejas.. e mandava todos que tentassem falar com ele calar a boca...
   A morte de Anjelika tirou de vez a inocência de Dino...quando ele não estava fazendo as besteiras por onde passava... estava dentro do onibus da Real rodovias sentado no mesmo banco onde ele e a falecida estavam...ele imaginou: as pessoas morrem, mas o amor nunca morre...
   Então ao sair do ônibus, Dino se deitou numa escadaria da igreja e adormeceu...acabou sonhando com uma paisagem estranha... lá estava um anjo sentado na escadaria chorando e outro anjo sentado numa mesa e também chorando...Foi só olhar para o lado de um portal e surgiu Anjelika com um vestido preto carregando uma rosa vermelha...
   Anjelika deu a rosa para Dino e disse que a vida é longa demais para dizer que está no fim e curta demais para continuar lamentando... e disse que mesmo que Dino namore outra pessoa, ao menos ele tem chance de voltar a ser feliz...
   Mas Dino não aceitou o fato de arrumar outra pessoa, pois sabia que nunca mais encontraria uma mulher igual a Anjelika...então ela se aproximou e beijou mais uma vez a boca de Dino com suavidade...
   Dino despertou de seu sono e ainda sentiu o beijo, mas quem estava fazendo isso era uma prostituta que tentou reanimá -lo... e ela se lembrou de Dino no onibus com a Anjelika, além de ficar sabendo do acontecido na serra gaúcha..
   Então a prostituta resolveu deixar de lado a rotina de programas e começou a fazer amor com Dino sem cobrar nenhum centavo,afinal ela sabia que o rapaz não tinha superado a morte da companheira...
   Mais tarde, Dino foi ao Cemitério e se ajoelhou ao túmulo de Anjelika.. lá estava a mesma escultura que ele viu em seu sonho.. e num devaneio, a Escultura criou vida e disse para Dino:
  -Sabe aquela prostituta que encontrou você na escadaria? Era eu que estava baixada no corpo dela, pois usei para poder fazer amor com Você ,era o que faltava para completar nosso relacionamento que estava quase vazio,afinal, eu sempre tive curiosidade em saber como é me entregar de corpo e alma... por isso eu pude sentir seus beijos e você com certeza sentiu os meus.. Espero que minha pequena atitude tenha o ajudado a superar nosso destino...
   Toda vez que você fizer amor, lembre-se que estarei sempre sentindo você em mim como se eu estivesse viva.. EU TE AMO..




  FIM

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Conto: Anjelika, da amizade ao destino






      Tudo começa em 1999 numa Escola em sapucaia do Sul...com um estudante chamado Dino.
   Ele é um rapaz meio "doido" na visão dos demais estudantes e brilhante na visão de seus poucos admiradores e professores.
    Até que num dia 13 de abril, apareceu uma moça mais linda do mundo da sala ao lado, ela era do terceiro ano...tinha cabelos pretos ,pele clara, e olhos azuis como de um céu do horizonte.. ale´m de seus miseros 15 anos de idade
   O coração de Dino disparou como uma bomba de ar... e ele ficou mais sem fôlego quando essa mocinha lhe deu um oi e um sorriso mais lindo do que um dia perfeito..
   Ela se apresentou como Anjelika e disse que valoriza muito as pessoas como o Dino, pois disse que também tinha um dom...
   Os dias foram passando e Dino e Anjelika se falavam como velhos conhecidos... Dino chegou a declarar que estava vidrado nela, mas ela preferiu que ficassem apenas amigos, afinal, eram quase 11 anos de diferença um do outro...
   Porém , Dino não se abalou.. ele continuou sendo amigo de Anjelika e ambos compartilhavam muitas atividades juntos...
   E Anjelika não saía com nenhum outro rapaz que não fosse o Dino, afinal, eles eram fracos demais e desprovidos de inteligencia na visão dela, para alívio do nosso amigo.
  Tinha um dia que um rapaz fortão como o Rambo e com um porsche  na direção ofereceu carona para Anjelika passear onde ela queria ir, mas ela preferiu caminhar a pé com o Dino, afinal, ela não se vendia por qualquer carro ou corpo masculo que não passa de armadura que perece com a idade.
  Dino teve sorte de conhecer uma verdadeira MULHER em forma de menina, pois ela era diferente das outras que se diziam melhores....
  Dino e Anjelika passaram o ano fazendo muitas coisas e conversando sobre muitas coisas, até que numa noite na porta da casa de Anjélika, os dois se beijaram na boca e assumiram o namoro...
  Até esse podia ser um final feliz para Dino, pois finalmente ele tinha em mãos a mulher mais linda e brilhante da sua vida...
  No dia seguinte os dois estavam muito felizes com o inicio do namoro, e só se divertiram como crianças..
  Eles entravam na loja Radan só pra experimentar roupas e fantasiar umas histórias com as roupas que vestiam...era como um teatro de rua que até as funcionarias da loja se divertiram com a criatividade de ambos..
  Logo foram embarcar num onibus da Real rodovias e ficaram indo sem destino algum embarcados lá , sem se importar com a lotaçao do onibus e trocaram piadas e musicas para divertir os passageiros..
  Na usina do Gasometro Dino e Anjelika subiram até ao topo para ver o sol poente e tornaram se a beijarem na boca.... FIM DA PRIMEIRA PARTE

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A outra vida: conto de Viny

    O personagem Viny entra numa floresta que situava -se num ponto isolado da cidade de São Leopoldo.
    O motivo de sua jornada por este vago ambiente é pelo fato de ninguém valorizar a sua bravura por salvar vidas inocentes.. e as pessoas o reprimiam por suas atitudes através de risadas abusadas ou através de antipatia feminina.
    É óbvio que Viny nunca foi belo, e agora com a pintura no rosto ,se tornava ainda mais assustador.
    No meio de sua caminhada distraída, ele bate com a cabeça num galho de árvore e fica desacordado.
    Logo o cenário começa a mudar... a mesma floresta, porém ocupada com mais pessoas..
    O interessante é que a cena é horrorosa... uma camponesa é amarrada no poste e muitos soldados medievais começam a preparar as tochas para colocar fogo nessa camponesa.
    Logo surge uma mulher de cabelos negros e uma armadura russa com uma espada afiada como navalha e um escudo com o crânio de uma caveira de um lado, e Viny surge pelo outro completamente desarmado.
   Já travam um combate sangrento de 2 contra 27 cavaleiros monarcas.
   Viny pula por trás de alguns homens e consegue arrancar as cabeças deles com suas mãos, enquanto a morena guerreira decapita outros com a espada...
   O último dos monarcas parte em direção ao Viny por trás dele e pronto para decapitá-lo, mas a morena guerreira chega por trás do elemento e consegue desferir o golpe certeiro no pescoço...fazendo com que ele caia do cavalo sem cabeça.
    Viny consegue desamarrar a camponesa... mas ela já estava toda carbonizada, e ainda viva...então a mulher explica que foi queimada por causa de bruxaria, pois ela tinha o dom de prever o futuro através de olhar nos olhos... e ela explicou que Viny era a reencarnação da guerreira que estava o ajudando a salvar a camponesa... e finalmente a mulher morre nos braços de Viny.
   Viny chega aos gestos conversando com sua alma antepassada perguntando porque o heroísmo em comum...
   A guerreira por sua vez nem responde...ela toma o Viny nos braços e beija seus lábios...
   Viny desperta do sono profundo do impacto ao galho... e levanta com o coração partido pela falta da guerreira que o tomou nos braços e lhe deu aquele beijo...
   Saindo da floresta em direção ao Rio dos Sinos, ele finalmente compreende através do contato com a outra vida, que ninguém poderia amá- lo profundamente a não ser ele mesmo... e a paixão foi apenas pelo lado feminino que é o lado mais bravo de sua consciência.
  FIM

terça-feira, 30 de agosto de 2011

CONTOS DE TERROR DO VINY: Helldog em ÓDIO

    1402, Inglaterra. Jonny Bergher foi o primeiro hospedeiro de Helldog. Após matar a família toda e mais vinte pessoas, ele foi imediatamente detido e diretamente decapitado.
    1602, Espanha. Jonny Aguillera foi o seguinte hospedeiro de Helldog. Ele matou doze touros, seis porcos e dezoito mulheres, inclusive sua irmã. foi enforcado no mesmo dia.
    1802, França. Jonny Levesque foi outro hospedeiro de Helldog. Ele acabou matando todo o gado da fazenda, e matou mulheres e crianças numa escola. Foi parar na guilhotina.
    Hoje, aqui. Jonny anda pelo calçadão, tentando aturar as conversas de Flavinha, a patricinha mais insuportável da redondeza. Qualquer um pagaria pra ver essa cadela morta por algum animal feroz que aparecesse.
    Flavinha vai enchendo os ouvidos de Jonny com abobrinhas, falando mal do melhor amigo de Jonny...o pior é que ela nem imagina da ligaçao entre eles...
    Jonny começa a se irritar e se transforma num zumbi gigantesco cheio de correntes enroladas nos pulsos e no corpo... esse zumbi se chama HELLDOG.
    Então Helldog aperta o pescoço de Flavinha e espicha com tanta força que consegue arrancar a costela de Flavinha do corpo dela.
    Por incrível que pareça as pessoas em volta vibraram com a cena, pois a moça era muito insuportável e miolo-mole..
    E esta era a sua metamorfose. Jonny fou amaldiçoado por um jovem bruxo de magia negra através de uma necromância ,causando o retorno de Helldog... E assim Jonny fica até o fim de sua vida...
                 FIM

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Viny o 25° guerreiro solitário: Narração do personagem Viny Vingador

   Final dos anos 80...foi a época que marcou minha juventude, principalmente no dia em que fui espancado pelos três pivetes na rua.. e Lovanda, minha amada, riu de mim.
   Foi aí que tomei uma decisão...em vez de prometer vingança, prometi salvar o mundo para todos serem meus amigos e para Lovanda se apaixonar por mim.
   A hora de lutar pelos meus sonhos era mais cedo. Comecei salvando meu amigo Ânderson de uns espancamentos desferidos por três valentões de rua.
   Como todo o sonho tem preço, acabei pagando meu heroísmo com a tortura... Meu amigo Ânderson ainda ficou chateado comigo.
   Mas eu não desisti...aos 12 anos comecei a usar roupas de Metal para me tornar mais resistente nos momentos de combate. Foi uma idéia complicada...
   Por isso que fui internado num hospital psiquiátrico... salvar as ciranças das garras de criança já era complicado... e de adultos era pior ainda, pois eles jamais seguiriam os conselhos de um garotinho...
   Enquanto fiquei internado, perdi o amor pela Lovanda e a esperança de ter amigos. Mas meu sonho de me tornar um herói continua, porque ainda preciso da humanidade viva. "ainda quero me tornar um herói".
   Alguns anos depois, já fora do hospício, liquidei os homens que estavam tentando assaltar os alunos numa escola pública.
    Minha coragem progrediu... durante o Carnabeach 98, nocauteei um vândalo que agrediu meu primo Dé sem motivo nenhum...era hora de realizar meu sonho.
    Três anos depois, realizei o antigo sonho de salvar o mundo...viajei ao Espaço para destruir o asteróide que estava em direção a Terra... foi uma missão bem sucedida...
    Recebi a medalha de Honra Ao Mérito Como Herói do Planeta das mãos da NASA... foi o melhor dia da minha vida... Mas senti a tendência de seguir meu heroísmo adiante.. eu queria mais.
    Mas eu passei dos limites, fui glamouroso demais com meu próprio cotidiano.. e chegou o dia de aprender uma lição que mudou totalmente minha vida.
    Tomei a iniciativa de salvar uma menina que estava a par de ser atropelada por um carro desgovernado... eu empurrei ela a tempo... mas eu fui atropelado em seu lugar e arremessado contra a área de vazamento de gás...
    Com o impacto explodiu tudo e só o que percebi era que eu já estava morto....
    E hoje ainda sou assim...continuo obsecado pelo meu heroísmo... Sou um guerreiro e nunca desisto... as feridas, a perda de amor, a morte de inocentes, são todas as marcas que fazem parte do que sou agora. E nunca me impediram de fazer o que faço, porque sou forte o suficiente para suportá- las. Agora eu amo penas a minha loucura... a minha obsessão de ser um herói.... FIM

domingo, 28 de agosto de 2011

CONTOS DE TERROR DO VINY: O vôo de um pássaro negro

Na noite de um concerto de Rock... a gelera vestida de head banger se diverte fazendo uma "dancinha básica"
Cada um  bebendo e degustando de um VELHO BARRERO com GUARANÁ BONANZA... enquanto um dos participantes abaixa as calças e mostra a bunda pro restante da turma...
A banda se anima com tamanha atitude do sujeito e ele acaba virando um herói.. um verdadeiro pássaro!!!!
Porém nem todo pássaro voa tão alto..
Chegou um sujeito com camiseta do SLAYER, forte, másculo, cara fechada, narizinho empinado, e uma moça gostosa pra caralho com mini saia jeans e uma beibiluqui verde oliva e cabelos ruivos...
Esse sujeito quer bater no pássaro que acabou de mostrar sua bunda...
Acontece que ele nao esperava a reação do pássaro..
Ao se aproximar.. o sujeito dá um soco na barriga do pássaro.. e este revida vomitando seu pé...
Ele muito zangado gira o braço e dá um soco tão forte que o pássaro voa em direção ao palco...
Com isso o vocalista do SLAYER COVER lhe dá uma garrafa cheia de VODKA e pede pro pássaro cuspir a cachaça em cima do sujeito...
Então ele faz o que o vocalista manda.. e este por sua vez, arrebenta o cabo de energia do amplificador e lança o fio desencapado em direção ao sujeito...
Só se vê uma tocha humana desesperada correndo por toda a pista...
Finalmente ele cai no lado de fora do clube.. e exatamente neste momento, um urubu aparece e pousa pra fazer sua refeição.. come a carne do sujeito e da sua namorada que tinha sido morta abraçada por ele...
E assim nasceu o VÔO DO PÁSSARO NEGRO... FIM

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

CONTOS DE TERROR DO VINY: O Imortal deformado... episódio 1 parte final

   Ao lembrar de como fez o ritual... Maurício começa a entender como sobreviveu aos espetos
no corpo e às fortes queimaduras da churrasqueira. Então ele conta ao carrasco sua história.
O carrasco por sua vez conta a história de sua infância quando ele brincava com a luva e a cruz.. dizendo que era o gênio dos amuletos, mas ele matava os insetos como se eles fizessem o pedido..
Então a mãe do carrasco tinha colocado ele de castigo, pois se tratava de 2 amuletos especiais...
Misteriosamente o carrasco fez um ritual de iniciação e passou os poderes da luva e da cruz pra ele, em troca , sacrificou sua própria mãe queimando ela na churrasqueira e comendo toda a sua carne...
Foi assim que ele torneou- se um carrasco das almas dos amos destes 2 amuletos (luva e cruz)
Após contar a história, carrasco usou os 2 amuletos e desejou levar Maurício para o inferno...e quando os 2 amuletos brilharam até desaparecer, carrasco e Maurício já estavam no inferno...
Lá encontraram uma turma de zumbis que agarraram o carrasco e destriparam- no, arrancando os braços ,pernas e testiculos dele e comendo a carne crua...
Maurício olha horrorizado e tenta fugir correndo em direção a uma escadaria de rochas num tunel estreito..
Dentro do tunel os braços de 4 buracos, 2 de cada lado desmembram Mauricio e ele cai no solo... os zumbis aroveitam e comem todo o corpo de Maurício, sobrando apenas a alma dele que é uma luz branca em forma de corpo, uma espécie de sombra branca e brilhosa...
Assim, Maurício se torna o hospedeiro das almas que usam a luva e a cruz...
Maurício se torna assim o IMORTAL DEFORMADO...
FIM

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

CONTOS DE TERROR DO VINY: O Imortal Deformado...episódio 1

     Dentro de um humilde edifício, havia um garoto de 13 anos chamado Maurício... Ele estava curtindo um clássico do Aerosmith no rádio relógio.. o ano era 1983 no mês de julho...
 Tudo estava tranqüilo, quando ouviu passos em direção ao seu quarto... o coitado pensou que havia sido uma alucinação.. afinal ele bebeu muito conhaque naquela noite...
Porém, um homem com a metade do rosto revestida com uma máscara de pratainvadiu seu quarto e o tirou da cama  a gravata no pescoço.. então o maníaco pegou a faca e cortou o nariz de Maurício arrastando o para fora do edifício...
Já do lado de fora, o carrasco espetou o corpo de Mauricio e o colocou na churrasqueira.
Porém, Maurício não morreu... apenas sentiu dor até mesmo de seu corpo queimando na churrasqueira
Carrasco aproveita e arranca o olho direito de Maurício com a faca.. e o come...é onde pega o sal grosso e espalha sobre o corpo de Maurício... e o fogo aumenta tanto que vai tostando mais ainda o rapaz.
Então Mauricio se lambra de um ritual que fez para tornar se imortal...ele havia violado o túmulo de uma bruxa (mãe do carrasco)e encontrou a luva de couro e uma cruz de madeira rara...
Então Mauricio havia desejado a imortalidade...e a cruz brilhou tão forte que desapareceu de sua mão direita juntamente com a luva... desde então ele foi condenado a morte pelos espíritos das trevas... pois todo pedido realizado pelos materiais trás a morte como o preço de seus desejos... continuamos no episódio 2...

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Morcegão VS Crepúsculo

Oi, pessoal. Esse conto vai dar no que falar... Pois envolve os tres personagens da série Twilight.
Tudo começa quando Edward vai caminhando na Redenção e encontra uma gata siamesa  bem perto da árvore de bergamoteira...
Ele não resiste e parte para devorar a gata com mordidas no pescoço, afinal ele é um vampiro que se alimenta de animais...
Neste exato momento, Morcegão (caçador de vampiros) aparece diante de Edward e fica palido ao ver a cena, pois o nosso herói é contra maus tratos a animais...
Então ele se prepara pra atirar a  estaca em Edward. Exatamente no mesmo instante, Bela e seu amigo Jake presenciam a cena. É onde Bela dá um berro e corre em direção a Edward para impedir a ação, mas é tarde.
A estaca perfura o peito de Bela e de Edward com tamanha força que é arremessada.
Ambos são desintegrados e Jake chora como um bebê chorão.
Então o Morcegão e a gata são felizes para sempre. haehahehhaehahehahehaeahehahehahe!!!


terça-feira, 23 de agosto de 2011

EU SOU A ARTE.. VOCÊ É A MINHA INSPIRAÇÃO


Esta frase sempre esteve em todos os lugares em que postei na internet (orkut, msn, myspace, facebook, formspring me,etc...)e até citei pessoalmente para algumas pessoas...
A pergunta agora é: Por quê?
Estão vendo estes 2 retratos aí em cima?
Eles são feitos a pedidos de pessoas como vocês que sempre admiraram meu talento iluminado pela arte desde meu nascimento.
A partir do momento em que vocês querem ver os rostos de vocês visualizados pela minha mão e meu unico lápis, isso dá a certeza de que minha inspiração está focada em vocês, ou até nas coisas que vocês gostam.
Por que eu não uso "Vocês são a minha inspiração"? Eu uso esse pronome no singular porque a pessoa que me pede está sendo visualizada individualmente e meu foco de traço só está naquela pessoa ou naquele personagem.
O bebê que vocês estão vendo aí em cima é a minha tia Elisa... lá nos anos 60.. e ela é uma dos meus contatos de orkut e msn...ela ja pode ter crescido... mas naquela visualização.. ela ainda está na infância...
é uma forma de não perder a juventude...
Já a mulher que está na foto logo abaixo é a cantora Tarja Turunen... ela é cantora de ópera e esteve em banda de Heavy metal chamada Nightwish.
Vocês devem estar perguntando : o que ela teve a ver com minha inspiração?
Ela tem tudo a ver...primeiro, ela tem uma voz encantadora e tem amor a arte...outra coisa, eu curto voz de ópera... e digo mais... é um tipo raro de mulher...culta, inteligente, simpática, fiel, divertida, compreensiva, talentosa, apegada a coisas que realmente são especiais pra todo o ser humano de bom coração...
E mais outra, ela não tolera pessoas que tratam uns aos outros com indiferença... infelizmente são muito poucas mulheres que existem com esse perfil no nosso país...é uma mulher digna de respeito do tipo que eu não chamaria de "piranha", como certas mulheres que curtem boa musica mas não são dignas do meu respeito...
Foi o que eu vi.. mais um motivo para postar a vocês a frase sobre EU SOU A ARTE...VOCÊ É A MINHA INSPIRAÇÃO...

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Viny o pugilista

Tudo começa no ginasio municipal de sao leopoldo...

Viny da´ um nocaute em Swantz e o gigante cai tonto no ringue sem qualquer possibilidade de reação.
O juiz dá a contagem e Viny vence o duelo...
No vestiario swantz pergunta ao Viny por que ele venceu facilmente o combate sendo fisicamente inferior ao oponente...
E Viny simplesmente responde que nunca entrou no ringue e nem é pugilista, e alerta ainda... para se vencer um duelo tem que ter mais calma .. ter menos medo e prestar mais atençao nas outras táticas antes de usar as suas... resumindo ,só basta cada um ser a si mesmo.
Uma curta história que facilmente pode ser entendida, pois se trata de superação e coragem, pois nosso maior adversário é o nosso próprio medo...

CADA DESENHO TEM SEU SIGNIFICADO

Isso mesmo...vamos lembrar que desenho artístico é sagrado...críticas são aceitas, embora eu as ignoro ou simplesmente não ligo .   O que se trata mesmo é que o estilo artístico personaliza o artista...não vai ser um desenho violento que vai caracterizar o artista como uma pessoa violenta, não confundam...

Senão , todos que alugam filmes de terror seriam as pessoas mais perigosas do mundo ... e eu como espectador sei muito bem que todos temos gostos...
Não vou ocupar muito espaço.. afinal estou apenas começando.. mas logo em seguida postarei bastante coisas boas..
 Viny e a fada
 Garota dos sonhos
e divirtam- se.                         Iron Maiden : Minha banda prediletA!!!!!!!